capa 151Viagem à seca e à linguagem

"Vidas Secas" completa 80 anos e convidamos escritores para pensar os diversos aspectos desse clássico. E mais: Paulo Henriques Britto e Ledusha lançam novo livro; os 90 anos do Manifesto Antropófago; Álvaro Tukano fala da luta pelos direitos dos indígenas; Amara Moira pensa a autobiografia trans "Princesa".

Clique para baixar o pdf

José Miguel Wisnik e Zé Celso Martinez cantam "comida e bebida"

banner site

José Castello

Everardo Norões

SFbBox by casino froutakia

Miró e a Cidade 6 baixa

Além do texto de capa de nossa edição de julho sobre o poeta Miró, publicamos aqui também alguns dos poemas inéditos que estão no próximo livro do autor: O penúltimo olhar sobre as coisas.

não entendo
por que uma pessoa
almoça de óculos escuros

não entendo
por que ainda continuo
bebendo

não entendo
por que não entendo
por que tenho que
entender?

----

os que se esqueceram
como lembrar?

as esquinas parecem
não perdoar que não sabe
seguir seus caminhos
os quase nus de nada
os que nunca andaram
de bicicleta

como pedalar no
asfalto
da vida

se não recordam
o caminho das
estradas?

------

tem gente que nunca andou de bicicleta
mas sabe pedalar a sua vida

tem gente que fuma cigarros e morre de câncer
antes de quem fuma maconha

tem gente que diz bom dia
e do nada morre à tarde

tem gente que nunca foi ao cinema
e sua vida virou filme

tem gente que compra carros novos
e morre atropelada

tem gente que pensa que é moderna
e é primata até dizer bosta

tem gente que se falta luz
nem um candeeiro acende

tem gente que nem o poste suporta

tem gente que no bar fala demais
e esquece de pagar a conta

tem gente que nem a conta paga

e os dinossauros nunca souberam
que o homem existiu

--------

Mãe, como era pai?
Seu pai era poeta, meu filho

Mãe, poeta faz o quê?
Escreve sobre as dores e alegrias do mundo

Pai tinha dinheiro, mãe?
De vez enquanto, meu filho

Mãe, pai era uma pessoa alegre,
ele nunca ficou triste?

Quando maltratavam os animais, meu filho

Mãe, pai era bonito?
Simpático, meu filho

O que é simpático, mãe?
Simpático é uma pessoa que não é metido à merda, meu filho

Não fala palavrão, mãe
Merda não é palavrão, meu filho

Mãe, pai fumava maconha?
Aí você já tá querendo saber demais, meu filho

Mãe, pai brigava na rua?
Nunca, meu filho

Espero que você também não.
Tá bom, mãe

Mãe, pai tinha algum defeito?
Sim, meu filho,
Era rubro-negro

E a senhora tricolor, né?
É uma prova que o amor existe, não é mãe?

Mãe, você conheceu pai aonde?
Dentro de um ônibus

Dentro de um ônibus, mãe?
Pois é meu filho,

Foi à viagem mais feliz da minha vida

------

para os que pensam pular do oitavo andar
ou tomar remédio pra dormir

estou quase pronto pra acordar
para um novo dia

as nuvens me esperam na janela
a lua caiu dentro do meu quarto

-----

o risco
que corro
é o de não correr
o risco