capa 141Obra sempre em obras

Um ensaio sobre Ricardo Aleixo, nome incontornável da poesia contemporânea brasileira e dono de uma poesia em mutação. E ainda: a homossexualidade indígena; uma lembrança de Lillian Ross; sobre ler Alejandra Pizarnik; o último escrito de Ricardo Piglia

Clique para baixar o pdf

O fruto estranho de Ricardo Aleixo

banner site

José Castello

Everardo Norões

SFbBox by casino froutakia